terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Ser Fiel no Amor é ser Sinal de Deus


O matrimônio tem seu significado cada vez menos vivido na sociedade contemporânea, o que nos remete a redescobri-lo em sua essência e cada vez mais buscá-lo como modelo de vida cristã.

Ao buscar nos documentos da igreja seu real significado, é fácil encontrarmos o sacramento do matrimônio equiparado ao sacramento da ordem, onde ambos são destacados como sacramentos de serviço. Pois assim como o sacerdote casa-se com a igreja e por ela vive, o casal também deve doar-se totalmente um ao outro e à Deus.

Como missão maior, o casal tem a de direcionar sua família ao caminho da Santidade e do Amor Fraterno, colaborando assim efetivamente na construção do Reino de Deus que nos é proposto a todo o momento nas leituras e no partir do pão, onde nos encontramos com Cristo Jesus.

Na leitura do ultimo domingo (07/fev), Cristo nos convida a buscarmos “águas mais profundas” e a não temermos sair de terra firme quando nele verdadeiramente confiamos. Cristo assim, nos coloca a prova e nos indaga como sujeito transformador de nossas realidades que somos, a buscar a construção de seu Reino, Aqui, Hoje!
Mostrando-nos que só podemos transformar aquilo que ainda não tentamos mudar.

Que o matrimônio seja na vida dos jovens casais a manifestação do compromisso com Cristo e seu Reino que também é nosso. E que possamos cada vez mais valorizá-lo enquanto ferramenta de transformação da sociedade, contrariando veementemente ao que nos é proposto pela mídia que se esforça em banalizar o amor e o respeito entre o homem e a mulher.

Grande Abraço,
Rafa

Um comentário:

  1. É triste ver o mundo de hoje com tantas uniões desfeitas , tantas desilusões, tanto sofrimento. É triste ver como o amor, o relacionamento.... como as relações humanas estão desgastadas e banalizadas.
    Hoje está cada vez mais escasso um relacionameto maduro , onde se percebe de longe a verdadeira união.
    Mas nós, que ainda acreditamos em um plano diferente, proposto por Deus em nossas vidas, não podemos deixar esse tipo de coisa passar desapercebido pelos nossos olhares, por nosso convivio. Dentro de nossas prórpias casas,onde podemos e devemos lutar contra esse tipo de comportamento, ao ligarmos a televisão, somos vítimas de violência e tortura visual. A todo momento, em todos os programas facilmente vemos uma imagem deturpada do homem e da mulher. Imagens vulgarizadas, atitudes impróprias... e o pior de tudo isso, é que essas imagens e histórias criadas por autores com mentes perturbadas, são exibidas em horários nobres, onde geralmente crianças juntamente com suas familias ficam frente à tela absorvendo todo o tipo de deseducação que se pode ter.
    E então eu me pergunto: Ate quando vamos deixar com que as pessoas sejam levadas a acreditar em um mundo sujo? A Descrer em um dos maiores valores da vida, a família? Que nasce nada mais nada menos, com o matrimônio.
    Pensemos nisso... beijos Cris Medeiros

    ResponderExcluir